Abertura será antecipada | Observatório da Imprensa - Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito
Sábado, 18 de Agosto de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1000
Menu

MONITOR DA IMPRENSA > CONGRESSO NACIONAL DE JORNALISTAS

Abertura será antecipada

17/08/2010 na edição 603

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (Sindjors) decidiram antecipar o horário da abertura oficial do 34º Congresso Nacional dos Jornalistas. O evento, marcado para o dia 18 de agosto, próxima quarta-feira, ocorrerá às 19h, ao invés das 20h, como estava programado. O motivo da mudança é a partida entre Internacional e Chivas Guadalajara, que definirá o campeão da Copa Libertadores da América, que acontece na capital às 22h.

Programado para ocorrer entre os dias 18 e 22 de agosto, o congresso já conta com 250 inscritos do Brasil e diversas partes do mundo. O destaque para esta edição é a participação de jornalistas dos oito países que falam a língua portuguesa. São eles: São Tomé e Príncipe, Portugal, Moçambique, Macau, Cabo Verde, Guiné Bissau e Angola. Também estarão presentes profissionais de países da América Latina como Peru, Paraguai, Colômbia e Argentina. Além disso, confirmou presença no encontro o vice-presidente sênior da Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ) e presidente do Sindicato dos Jornalistas do Marrocos, Younonss Mjahed.

As inscrições para o encontro podem ser feitas até o dia 18 de agosto. Jornalistas interessados em cobrir o congresso podem comparecer ao local nos dias da programação devidamente identificados por seus veículos. Os estudantes de Jornalismo também poderão contabilizar a participação no evento como Atividade Complementar.

Ao total, serão 26 horas de discussões envolvendo o tema central do evento: ‘O Jornalismo a Serviço da Sociedade e a Defesa da Profissão’. A programação está dividida em painéis, miniconferências, oficinas e plenárias. Entre os assuntos estão o desenvolvimento de políticas sobre o tema central; a construção de reflexões e debates com a categoria; a formulação de novas políticas em relação à produção cultural regional; e o estabelecimento de novos paradigmas da Mídia no tratamento das questões de gênero.

Clique aqui para conferir a programação completa.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem