Sexta-feira, 16 de Novembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1013
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Âncora que mentiu sobre reportagens ganha segunda chance

Por Leticia Nunes em 23/06/2015 na edição 856
Brian Williams Foto David Shankbone Wikimedia Commons

Williams em 2011 (Foto: David Shankbone, Wikimedia Commons)

O jornalista Brian Williams, suspenso do posto de âncora do telejornal Nightly News, da rede americana NBC, depois de admitir publicamente ter mentido em reportagens, não voltará ao comando do programa. Lester Holt, que substituiu Williams durante a suspensão, permanecerá no Nightly News em definitivo.

Em anúncio no dia 18/6, Andrew Lack, presidente da NBC News, afirmou que Williams irá para o canal de notícias a cabo MSNBC. Segundo ele, a NBC Universal fez uma revisão do trabalho do jornalista, constatando que, mesmo com as declarações falsas, seus 22 anos de carreira sólida lhe garantiam o direito à nova oportunidade.

Segunda chance

Os falsos relatos foram descobertos após Williams alegar que, durante a cobertura dos conflitos no Iraque, esteve em um helicóptero que sofreu um pouso forçado depois de ser atingido por um lançador de granadas. Ele foi desmentido no Facebook por veteranos da guerra, que estavam no helicóptero em questão e negaram ter dividido a aeronave com o jornalista. Durante a investigação do episódio, descobriu-se que Williams mentiu em diversas outras ocasiões, sempre “enfeitando” relatos de suas reportagens, como na cobertura do furacão Katrina. A emissora, no entanto, concluiu que seus exageros e “lapsos” não foram graves o suficiente para resultar numa demissão.

“Brian Williams está na NBC News há muito tempo e cobriu inúmeros eventos e notícias com honra e habilidade. Como eu já disse, nós acreditamos em segundas chances e estou esperançoso de que esse novo começo seja bom para Brian e para a empresa. Este assunto já foi extensivamente analisado e deliberado pela NBC. Estamos seguindo em frente”, declarou Steve Burke, CEO da NBC Universal.

Williams também se manifestou, pedindo desculpas pelas informações falsas. Ele se disse disposto a recuperar a confiança dos colegas e telespectadores da rede e afirmou que sentirá falta da equipe do Nightly News, mas que a transmissão estará em boas mãos com Lester Holt.

Desconfiança

Em artigo para o Instituto Poynter, o jornalista Al Tompkins opinou sobre o caso e disse acreditar em segundas chances e em redenção, porém enxergou a decisão da NBC com desconfiança.

Tompkins queixou-se porque a NBC News não divulgou os resultados da investigação sobre a declarações imprecisas de Williams. Ele também questionou a postura da emissora. “Por que a NBC News não o confrontou sobre as declarações falsas quando ele as fez? Produtores e cinegrafistas que estavam com ele deviam ter sabido que o que Williams estava dizendo na televisão não era exatamente verídico. Será que eles denunciaram as imprecisões? Se assim foi, o que aconteceu às queixas? Se não, por que não?”, questionou.

Tompkins diz que a NBC News está correta em não colocar Brian Williams de volta como âncora do Nightly News, pois o cargo exige uma relação de confiança dos telespectadores para com o apresentador.

Frank Pallotta, do CNN Money, também criticou a relutância da NBC em liberar o relatório com as investigações e questionou o fato de a emissora ter deixado uma série de perguntas sobre o caso sem resposta.

Um porta-voz da NBC declarou que nenhuma informação sobre a investigação será liberada ao público.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem