Terça-feira, 15 de Outubro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1059
Menu

ENTRE ASPAS >

Anúncio de marca inglesa acusado de racismo

20/06/2011 na edição 647

A marca de chocolates britânica Cadbury se envolveu em uma controvérsia com a modelo veterana Naomi Campbell depois que ela foi comparada a uma barra de chocolate em um anúncio. Naomi, que é negra, disse ter ficado chocada com o anúncio do chocolate ao leite Bliss, que dizia “Pode sair, Naomi. Há uma nova diva no pedaço”. Até a mãe da modelo entrou na história, afirmando ter ficado “profundamente triste” e chamando o anúncio de “racista”.

Inicialmente, a Cadbury defendeu a peça publicitária, afirmando que não tinha nenhuma relação com a cor da pele de Naomi, e sim com a sua fama de diva que dá chiliques. Mas depois de consultar seu departamento jurídico, a companhia acabou postando um pedido de desculpas em seu site.

Comportamento

A Advertising Standards Authority (ASA), agência que regula o setor publicitário no Reino Unido, no entanto, determinou que o anúncio não tem conteúdo racista. O órgão recebeu quatro queixas e fez uma análise para decidir se era necessário abrir uma investigação para ver se a campanha da Cadbury teria violado o código de ética do setor.

A organização ativista Operation Black Vote, que fez uma das queixas, afirmou que a campanha era um “insulto” às mulheres negras por comparar uma mulher negra a uma barra de chocolate. O ASA entendeu, por outro lado, que o anúncio deve ser entendido como uma referência ao conhecido comportamento de “diva” de Naomi e não à sua raça – e por isso declarou que não há base para a abertura de um inquérito. Informações de Mark Sweney [Guardian, 20/6/11].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem