Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

MONITOR DA IMPRENSA > TELETIPO

Anúncio revolta leitores do Post

30/11/2004 na edição 305

Um anúncio provocou a ira dos leitores do Washington Post na semana passada, levando o ombudsman do jornal, Michael Getler, a receber mais de mil e-mails e telefonemas. Tratava-se de um encarte de 16 páginas inserido na edição dominical do jornal, em 21/11. O problema era o conteúdo: o anúncio condenava o casamento entre homossexuais e a criação de crianças por casais homossexuais. Publicado em formato de revista e intitulado BothSides Magazine, ele foi patrocinado pela Grace Christian Church com o apoio de diversas igrejas do estado da Virgínia, afirma Joe Strupp em artigo na Editor & Publisher [23/11/04]. O jornal deixou claro que se tratava de uma propaganda, e que o conteúdo não era responsabilidade sua, mas isso não impediu a reação dos leitores. Segundo Getler, grande parte deles considerou a publicação ofensiva. O publisher do Post, Boisfeuillet Jones Jr, se defendeu afirmando que anunciantes têm o direito de pagar para publicar seu ponto de vista, mesmo que nem todo mundo concorde com ele. O jornal não revelou quanto foi pago pelo anúncio.



Briga entre gigantes no mundo da TV

O americano Donald Trump e o britânico Richard Branson são dois empresários de sucesso que costumavam manter uma relação cordial. Costumavam, porque desde que seus espíritos competitivos ultrapassaram o mundo dos negócios e chegaram ao da televisão a situação ficou bem menos agradável. Na cola do sucesso do reality show The Apprentice (O aprendiz), apresentado por Trump na rede NBC, Branson lançou seu próprio programa: The Rebel Billionaire (O bilionário rebelde), transmitido pela Fox. A partir daí, o dono da Virgin Airlines começou a falar mal de Trump publicamente, o que o irritou. Mas como a vingança é um prato que se come frio, o americano extravasa sua irritação aos poucos, diz Bill Carter [The New York Times, 22/11/04], e sem precisar fazer nenhum esforço direto por isso: o programa de Branson não decolou nos índices de audiência da emissora. Na semana passada, enquanto The Rebel Billionaire chegou a 5,4 milhões de telespectadores, The Apprentice conquistou a atenção de 15,8 milhões.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem