Terça-feira, 24 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº963

MONITOR DA IMPRENSA > CASA BRANCA

Associação não quer controle de credenciais

08/03/2005 na edição 319

A Associação de Correspondentes da Casa Branca decidiu não interferir no credenciamento de jornalistas que querem ter acesso à sede da presidência americana, informa a Editor & Publisher [28/2/05]. A direção da entidade discutiu essa possibilidade como forma de evitar que volte a acontecer um caso como o de James Guckert, da agência Talon News, vinculada ao Partido Republicano, que ia a coletivas de imprensa para fazer perguntas tendenciosas e desqualificar a oposição democrata. Guckert usava um pseudônimo para se credenciar e, desde que começou a chamar atenção na Casa Branca, descobriu-se que ele tinha relação com sítios de pornografia, além de haver a suspeita de que já chegou a se prostituir. Ele se demitiu e a Talon News fechou temporariamente.

Existem dois tipos de credenciais de imprensa para a Casa Branca, uma anual e outra diária. A primeira é difícil de conseguir, pois os antecedentes dos profissionais são checados. A diária, no entanto, pode ser obtida sem burocracia a cada manhã. Guckert comparecia regularmente para conseguir este tipo de autorização. O presidente da Associação de Correspondentes, Ron Hutcheson, explica que os jornalistas sérios estão interessados em evitar novas situações desagradáveis nas coletivas, mas que não é possível adotar um critério ideológico para barrar aqueles que requisitam credenciais.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem