Domingo, 26 de Abril de 2015
ISSN 1519-7670 - Ano 18 - nº 847

MONITOR DA IMPRENSA > ITÁLIA

Berlusconi vende ações da Mediaset

18/04/2005 na edição 325

Após o péssimo desempenho de sua coalizão centro-direitista nas eleições regionais, o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, resolveu vender parte das ações da Mediaset, maior rede privada de TV do país, controlada por sua família. O banqueiro Francesco Cardinali, do JP Morgan, que acompanha a transação, disse à Reuters [13/4/05] que enxerga na medida clara motivação política. A holding da família Berlusconi, Fininvest, que possui pouco mais da metade dos papéis da Mediaset, venderá 17%, mas continuará controlando a companhia.

Assim, na prática, pouco muda no cenário dos meios de comunicação do país, pois o primeiro-ministro segue dono de 90% da televisão italiana, por sua fatia majoritária na Mediaset e pela influência política que exerce na estatal RAI. Com três canais nacionais, sua rede de TV tem metade da audiência nacional e registrou lucro de 500 milhões de euros em 2004. A AP [13/04/05] informa que o dinheiro arrecadado com a venda das ações poderá ser usado numa expansão internacional da companhia – a Turquia e o Leste Europeu seriam possíveis alvos. A coalizão de Berlusconi perdeu em 11 das 13 regiões italianas.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem