Segunda-feira, 25 de Junho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº992
Menu

MONITOR DA IMPRENSA > CRISE NA MÍDIA

Braço da BBC passa por reestruturação

01/02/2005 na edição 314

A BBC Worldwide, um dos braços comerciais da rede de TV pública britânica, passará por um plano de reestruturação radical que vai envolver a venda de cinco negócios e um corte de 10% de gastos. Em breve, a direção da emissora deve aprovar a proposta, que vai gerar centenas de demissões e a remoção de negócios não-lucrativos. O chefe de operações da BBC e chefe-executivo da BBC Worldwide, John Smith, disse que os procedimentos vão proporcionar uma economia de 350 milhões de libras.

Segundo Tim Burt [The Financial Times, 25/1/05], o anúncio da reestruturação frustrou investidores e grandes companhias de mídia como Time Warner e Walt Disney, que haviam ficado empolgadas com a proposta anterior – que considerava a possibilidade da venda completa da emissora.

Com a reestruturação, o número de funcionários da BBC Worldwide passará de 2.200 para 1.700. Pequenos negócios, como uma editora de livros e uma empresa de telefonia interativa, foram postos à venda. Outros 1.100 empregados serão desvinculados da corporação através da venda da BBC Broadcast.

A primeira venda da BBC Worldwide foi a da revista Eve no mês passado, por seis milhões de libras, ao grupo de mídia privado Haymarket. Investidores rivais criticaram a venda dizendo que a BBC não atendeu à melhor oferta de valor. O dono da Express Newspapers, Richard Desmond, teria oferecido 10 milhões de libras pela revista.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem