Domingo, 24 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

MONITOR DA IMPRENSA > CASA BRANCA

Bush anuncia saída do porta-voz Tony Snow

04/09/2007 na edição 449

O presidente dos EUA, George W. Bush, anunciou na sexta-feira (31/8) a saída de Tony Snow do cargo de porta-voz da Casa Branca. Snow, 52 anos e pai de três filhos, descobriu em março que um câncer de cólon, que ele já havia enfrentado no passado, havia voltado, e por isso fez novamente quimioterapia.

Mas o porta-voz declarou que os motivos para sua saída são financeiros, e não têm relação com sua saúde. ‘Eu me sinto ótimo no momento. Finalmente ganhei peso e me sinto forte’, afirmou aos jornalistas que cobrem a Casa Branca. Ele ressaltou que testes recentes não indicaram novos tumores ou o crescimento do tumor.

‘Eu fiquei sem dinheiro’, explicou Snow, que ganhava bem mais como comentarista político da Fox News do que no governo, onde tem salário anual de US$ 168 mil. ‘Pegamos um empréstimo quando eu vim para a Casa Branca, e este dinheiro acabou. Então agora terei que pagar as contas’. Snow afirmou que pretende fazer palestras e continuar envolvido com política. Ele quer também aumentar a consciência dos americanos sobre o câncer.

Substituta

Bush afirmou aos jornalistas presentes que ‘tem sido ótimo ver [Snow] discutir com vocês’. O presidente anunciou que, quando o porta-voz sair, em duas semanas, entrará em seu lugar Dana Perino, vice de Snow que já o substituiu em diversas ocasiões em que ele precisou se afastar. Dana, de 35 anos, será a segunda mulher a ocupar o prestigiado – e difícil – cargo na Casa Branca. Antes dela, apenas Dee Dee Myers, no governo de Bill Clinton, ocupou o posto.

Bush fez piada com o tamanho de Dana: enquanto Snow era alto, a nova porta-voz é pequenina. ‘Ela pode lidar com todos vocês’, brincou o presidente com os correspondentes. Ele ressaltou ainda que ela é uma pessoa que conseguirá explicar os assuntos do dia de maneira acessível ao público.

Snow é a mais recente de uma série de perdas para o governo Bush. Sexta-feira (31/8) foi o último dia de trabalho do estrategista político – e amigo do presidente – Karl Rove. Mais cedo, a Casa Branca também perdeu o conselheiro Dan Bartlett. Informações de Caren Bohan [Reuters, 31/8/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem