Sábado, 14 de Dezembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1067
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Campanha propõe semana sem jornais virtuais

11/02/2009 na edição 524

O modo mais rápido e eficaz para garantir o futuro dos jornais americanos é mostrar ao público como a vida seria sem eles. É o que defende o jornalista freelancer americano T.J.Sullivan, que lançou um movimento online pedindo a todos os diários dos EUA que tirem do ar seus sítios de internet de meia-noite de 4/7, Dia da Independência americana, até 10/7. ‘Chame [a campanha] de ‘Semana sem um jornal virtual’, de loucura, do que quiser. Mas isso não é mais drástico do que pedir às pessoas para trabalharem de graça’, afirma.


Sullivan argumenta que esta medida aproximaria a crise sofrida pela indústria jornalística do público americano. ‘É impossível negar de onde vem a maioria do conteúdo noticioso online e por que os jornais são importantes. Sem os jornais virtuais, o que o Google Notícias e sítios do gênero, ou blogs como Huffington Post e Drudge Report teriam para oferecer?’, dispara. ‘É uma característica da natureza humana. Até que o desconforto alcance os leitores, não há motivação para que eles se envolvam na busca de uma solução’.


Segundo o jornalista, o blecaute de notícias online não é mais ultrajante do que certas medidas que alguns diários já estão tomando para confrontar a crise, como demissões, diminuição de seções e corte de impressão e distribuição. Informações de Mark Fitzgerald [Editor & Publisher, 9/2/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem