Sábado, 25 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

MONITOR DA IMPRENSA > TIGER WOODS

Canal recusa entrevista por limitação de tempo

23/03/2010 na edição 582

O jogador de golfe Tiger Woods concedeu no domingo [21/3] sua primeira entrevista após o escândalo sexual que abalou seu casamento e carreira. Woods pôde ser visto fazendo um mea culpa sobre diversos casos extraconjugais que teve ao longo dos últimos anos no canal esportivo ESPN e no Golf Channel, especializado em seu esporte. O golfista, que no último mês fez uma declaração sobre o assunto na TV, mas não aceitou responder perguntas da imprensa, classificou seu comportamento de ‘vergonhoso’ e afirmou que estava vivendo uma ‘mentira’.

Tanto ESPN quanto Golf Channel puderam escolher seus entrevistadores e foram assegurados de que não havia nenhum tema proibido para as perguntas. As únicas restrições eram o limite de tempo para as entrevistas e quando elas deveriam ser exibidas: os jornalistas tinham apenas cinco minutos de conversa com Woods, e ela só poderia ir ao ar à noite, quando a cobertura da NBC sobre o campeonato americano de golfe tivesse sido concluída. Por este motivo, a rede CBS recusou a mesma oferta recebida pelos outros dois canais. ‘Estamos interessados em uma entrevista maior, sem restrições’, afirmou a porta-voz da emissora, LeslieAnne Wade.

Para Michael Hiestand, do USA Today [22/3/10], é ‘quase incrível’ que algum veículo de mídia pudesse recusar a ‘primeira entrevista’ de Woods após o escândalo que, no fim do ano passado, o levou a interromper a carreira temporariamente. ‘Não é muito comum [um entrevistado ditar o tempo da entrevista e quando ela deve ser exibida], mas as circunstâncias também não são muito comuns’, pondera Mike Soltys, porta-voz da ESPN.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem