Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

MONITOR DA IMPRENSA > EQUADOR

Canal retoma transmissões após suspensão

29/12/2009 na edição 570

A Teleamazonas, emissora de TV particular do Equador, crítica ao presidente Rafael Correa, voltou ao ar após três dias de suspensão imposta pela Superintendência de Telecomunicações, noticia Alexandra Valencia [Reuters, 26/12/09]. O episódio havia gerado preocupação entre os críticos do governo sobre a liberdade de expressão no país. Correa pediu que a Teleamazonas fosse fechada por conta da exibição do que ele classificou de falsas matérias. Segundo ele, emissoras privadas estão conspirando com grupos empresariais que são contrários às suas reformas socialistas.

O vice-presidente da Teleamazonas, Carlos Jijon, disse que irá manter a linha independente, responsável e pluralista da emissora. Na opinião dele, a suspensão foi ilegal. O canal – que planeja tomar uma ação legal – está sob investigação por violações de uma lei criada durante a ditadura, há 35 anos. Já o presidente Correa defende-se e alega que está lutando contra barões de mídia que, por anos, ficaram sem regulamentação. Sua atitude assemelha-se à do presidente venezuelano Hugo Chávez, que se recusou a renovar a licença de uma emissora e ameaçou fechar outra.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem