Sábado, 22 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

MONITOR DA IMPRENSA > TELETIPO

Cantor indenizado por jornais britânicos

22/02/2005 na edição 317

O cantor Yusuf Islam, ex-Cat Stevens, afirmou que entrou em acordo com os jornais britânicos The Sun e Sunday Times, que publicaram que ele havia apoiado ações terroristas. Segundo nota da Press Association [16/2/05], os jornais confirmaram que pagaram uma indenização ao cantor, mas não revelaram o valor acertado. Islam afirma que as duas publicações escreveram que ele apoiava o terrorismo e que os EUA estavam certos em não permitir sua entrada no país, em setembro do ano passado. ‘Parece ser a coisa mais fácil do mundo, hoje em dia, fazer acusações contra muçulmanos. No meu caso, estas acusações tiveram impacto direto no meu trabalho humanitário e na minha reputação como artista’, concluiu.



A noite (milionária) do Oscar

Na noite de 27/2, quando astros e estrelas de Hollywood desfilarem seus modelitos pelo tapete vermelho, a rede de TV ABC ganhará muito dinheiro. Precisamente, mais de US$ 80 milhões. A transmissão de premiação do Oscar é a segunda mais cara na televisão americana, perdendo apenas para o Super Bowl. A ABC, informa Phyllis Furman [New York Daily News, 16/2/05], cobrou US$ 1,6 milhão por cada comercial com duração de 30 segundos – e vendeu todos os espaços disponíveis a grandes empresas como Pepsi, Procter & Gamble e Kodak. Como se espera que o público da seja mais sofisticado do que o do campeonato de futebol americano – e para evitar imprevistos –, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas verifica todos os anúncios antes de irem ao ar.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem