Sábado, 26 de Maio de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº988
Menu

MONITOR DA IMPRENSA > CIÊNCIA

Carta condena demissão de equipe da CNN

29/12/2008 na edição 518

Quatro dos maiores grupos em defesa do jornalismo de ciência e meio ambiente divulgaram, pela primeira vez, uma declaração conjunta. O objetivo é protestar contra a decisão da emissora americana CNN de eliminar sua equipe de ciência, tecnologia e meio ambiente. Os presidentes do Conselho para o Avanço do Jornalismo Científico, da Associação Nacional dos Jornalistas de Ciência, da Sociedade de Jornalistas Ambientais e da Federação Mundial de Jornalistas Científicos assinaram a carta, endereçada aos presidentes da CNN, Jim Walton e John Klein.


Na mensagem, as organizações afirmam que, com a decisão de cortar a equipe, a rede perdeu um grupo de profissionais experientes e respeitados em um momento em que a cobertura científica é extremamente importante nos EUA e em todo o mundo. ‘O meio ambiente, a tecnologia energética, a exploração do espaço e a biotecnologia são pautas cruciais que crescerão na medida em que um novo presidente americano assume [a Casa Branca] e nações têm que enfrentar problemas globais com base em questões científicas’, lembra a carta.


Quando anunciou a decisão de cortar a equipe, no início de dezembro, a CNN alegou que sua série de programas especiais Planet in Peril (Planeta em Perigo) seria suficiente para abordar os temas. Os representantes das organizações dizem que apenas esta série não basta; que é preciso que haja uma cobertura jornalística diária sobre o aquecimento global e outros assuntos de extrema importância para o futuro do planeta. Informações de Curtis Brainard [Columbia Journalism Review, 22/12/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem