Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

MONITOR DA IMPRENSA > HOWARD KURTZ

Colunista veterano troca papel por internet

12/10/2010 na edição 611

‘É com grande tristeza que anunciamos que Howie Kurtz está deixando o Washington Post para chefiar a sucursal de Washington do site The Daily Beast‘. Foi assim que os editores Ned Martel e Liz Spayd e o editor-executivo Marcus Brauchli comunicaram à equipe a despedida do veterano colunista e repórter especializado em mídia do jornal.

Ao longo dos 29 anos em que esteve no Post, Howard Kurtz ensinou aos leitores como ‘o meio é a mensagem’, reunindo, com inteligência e criatividade, informações sobre personalidades da imprensa e formadores de opinião de todo o mundo. Sua coluna, intitulada ‘Media Notes’, ou ‘notas da mídia’, tornou-se referência na cobertura sobre o tema. Ele continuará a apresentar o programa de debates dominical Reliable Sources na rede de TV CNN.

Autoridade em cobertura da mídia

Kurtz escrevia não apenas sobre jornalistas, mas também sobre os profissionais de comunicação envolvidos na esfera política, como estrategistas de campanha, blogueiros, secretários de comunicação da Casa Branca e apresentadores de talk shows. Ele ganhou respeito e independência no Post por conta de sua cobertura justa e sólida.

Com a partida de Kurtz, os editores afirmaram que procuram por um substituto à altura. ‘Estamos buscando um escritor vívido, com entusiasmo, atitude e habilidade para ficar à frente da mídia em constante transformação e de seu impacto na política’.

Do papel para o online

Em seu blog, Kurtz admite que a saída foi uma decisão difícil, por ‘amar o Post‘. ‘Terei-o sempre em meu coração. Mesmo em um momento de recursos reduzidos, ele ainda é um grande jornal’, afirmou. ‘Mas o chamariz de ajudar a moldar algo novo tornou-se irresistível. Como chefe da sucursal em Washington, estarei supervisionando e expandindo a presença do Beast na capital, além de escrever, blogar e, claro, twittar’.

O jornalista também lembrou que não é o primeiro a fazer o caminho do papel para o online, citando alguns exemplos, como Howard Fineman, da Newsweek, e Peter Goodman, do New York Times, que foram para o Huffington Post. Tina Brown, criadora do site no qual Kurtz vai trabalhar, foi editora das revistas New Yorker e Vanity Fair. Informações de Jeremy W. Peters [New York Times, 5/10/10].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem