Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

MONITOR DA IMPRENSA > THE NEW YORK TIMES

Com vocês, o Op-Ed

10/02/2004 na edição 263

No artigo intitulado ‘And now a word from Op-Ed’, o editor David Shipley [The New York Times, 1o/2] faz um passeio pela história e pelo funcionamento da prestigiada página de opinião do New York Times. A Op-Ed é uma página que publica artigos de opinião, mas seu nome – ao contrário do que possa se pensar – não deriva da palavra opinion, e sim de sua localização geográfica no jornal. A Op-Ed fica oposta à página de editoriais, e o nome vem da expressão ‘opposite the editorial page‘.

Nascida em 1970, a página possibilita um fórum com a participação de pessoas sem nenhuma relação institucional com o Times. A visão destas pessoas diverge, muitas vezes, da posição encontrada nos editoriais do jornal. Os textos publicados também não podem ser comparados às cartas enviadas por leitores, que repercutem notícias ou qualquer outro conteúdo do jornal. Estes textos são enviados aos editores da Op-Ed por e-mail, fax ou correio. Os que são selecionados têm suas informações checadas e são editados – após a permissão do autor, que recebe em troca US$ 450.

Os autores dos textos são pessoas comuns. Qualquer um pode enviar sua contribuição ao Times. Ver seu trabalho publicado já é mais difícil; os editores recebem aproximadamente 1.200 artigos toda semana. Shipley afirma que lêem todos, mas tentam selecionar artigos que cubram assuntos e argumentos que ainda não foram abordados nos editoriais do jornal. Além disso, os editores buscam nos textos aspectos como argumentos fortes, opiniões interessantes, escrita clara e temas com relevância jornalística. O relato de experiências pessoais também é bem vindo, principalmente quando se encaixa em uma idéia maior.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem