Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1009
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Com apoio perdido, Gordon Brown critica tablóide

10/11/2009 na edição 563

O primeiro-ministro Gordon Brown acusou o tablóide britânico Sun de se tornar ‘um partido político’ depois que o jornal anunciou, no mês passado, que deixaria de apoiar o Partido Trabalhista para apoiar o Partido Conservador. Em entrevista à revista GQ, o premiê afirmou que sabia, ‘há algum tempo’, que o tablóide planejava mudar seu apoio político e classificou a mudança de ‘um erro terrível’. A decisão final, no entanto, foi tomada no fim de setembro horas após um discurso de Brown na conferência do partido. O Sun apoiava os Trabalhistas há mais de dez anos.

Ainda assim, Brown afirmou à GQ que respeita o magnata Rupert Murdoch, proprietário da News International, empresa que publica o Sun. ‘Tenho muita admiração por ele, pessoalmente. Sua família veio de uma região perto da minha, na Escócia, e seu comportamento ativo e de trabalho duro é algo admirável. Mas o Sun tentou se tornar um partido político’, disse.

Brown também criticou a cobertura da mídia sobre ele, afirmando que ela se tornou pessoal. Em uma viagem recente aos EUA, a imprensa inglesa afirmou que o presidente americano, Barack Obama, teria esnobado o premiê. ‘Eu tive encontros diários com o Obama sobre o Iraque, Irã, a economia, o aquecimento global, o Afeganistão e questões sobre armamentos nucleares’, disse. ‘Os jornalistas que estavam lá viram o que aconteceu e optaram por reportar algo diferente’. Informações de James Robinson [Guardian.co.uk, 4/11/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem