Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

MONITOR DA IMPRENSA > FRANÇA

Comerciais começam a ser tirados da TV pública

08/01/2009 na edição 519

Teve início esta semana o projeto do presidente Nicolas Sarkozy para eliminar totalmente os anúncios publicitários das emissoras públicas da França. Pela primeira vez, os telespectadores franceses assistiram à programação do horário nobre sem intervalos comerciais, pois os anúncios são proibidos – nesta fase inicial – das 20hs às 6hs da manhã. O objetivo é que eles sejam eliminados completamente em 2011.


Segundo Sarkozy, o projeto irá melhorar a qualidade da programação, já que os canais públicos não precisarão mais competir com as emissoras comerciais para conquistar audiência e anunciantes. O financiamento virá de novos impostos sobre a publicidade nas TVs privadas e nos provedores de internet e operadoras de celular.


As medidas afetam os quatro principais canais financiados publicamente, reunidos sob a holding France Télévisions, e fazem parte de um pacote de reformas atualmente no Parlamento. Críticos alegam que trata-se de uma tentativa de Sarkozy para aumentar o controle sobre o setor de transmissão pública, já que, entre as medidas, está a proposta de que o presidente francês passe a indicar o chefe da France Télévisions. Sindicatos convocaram uma greve para coincidir com o início da discussão sobre a lei no Senado. Informações da BBC News [5/1/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem