Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

CADERNO DO LEITOR > SEM NOTÍCIA

Coréia do Norte ignora posse de Barack Obama

21/01/2009 na edição 521

A posse de Barack Obama foi a principal pauta desta semana em quase todo o mundo. Quase, porque na Coréia do Norte o evento passou despercebido. De acordo com a agência de notícias sul-coreana Yonhap, que monitora a atuação de veículos de mídia no país comunista, até a tarde desta quarta-feira (21/1), no horário local, jornais e emissoras de TV ainda não haviam mencionado a cerimônia de nomeação do novo presidente americano.


Os meios de comunicação são altamente controlados na Coréia do Norte. O jornal Rodong Sinmun, que pertence ao partido de situação, encontrou espaço para a notícia de que o presidente da Guiné Equatorial havia recebido o embaixador norte-coreano, mas nenhuma linha foi publicada sobre o primeiro presidente negro dos EUA.


Os aparelhos de TV e rádio no país são pré-programados para sintonizar apenas os canais oficiais. As autoridades se esforçam ainda para obstruir a transmissão de estações de ondas curtas. Ainda assim, há quem consiga dar seu jeito e não ficar completamente isolado do resto do mundo. Algumas casas em regiões fronteiriças conseguem sintonizar, por vezes, em canais sul-coreanos ou chineses, e DVDs e telefones celulares são contrabandeados da China. Informações da AAP, Yahoo News [21/1/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem