Debate aborda notícias pagas | Observatório da Imprensa - Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito
Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1000
Menu

MONITOR DA IMPRENSA > COMO GANHAR DINHEIRO

Debate aborda notícias pagas

10/08/2004 na edição 289

Monica Lewinsky participará de um debate sobre entrevistas pagas em Edimburgo, na Escócia, no fim de agosto. Parte do Festival Internacional de TV do MediaGuardian, a mesa-redonda intitulada ‘chequebook versus notebook’ contará ainda com a presença da suposta ex-amante de David Beckham, Rebecca Loos, e do relações públicas Max Clifford, agente da moça.

Em 1999, a ex-estagiária da Casa Branca que ficou famosa por seu caso com o ex-presidente Bill Clinton recebeu 400 mil libras por uma entrevista no Canal 4 britânico e recentemente concedeu uma entrevista para a ITV – que coincidiu com o lançamento do livro de memórias de Clinton. Mesmo não tendo sido paga por sua primeira entrevista após o escândalo com o ex-presidente, concedida à jornalista Barbara Walters, da rede americana ABC, a publicidade gerada por ela ajudou Monica a começar uma carreira de apresentadora de TV e celebridade.

Já Rebecca Loos arrematou – estima-se – cerca de 800 mil libras em entrevistas sobre seu suposto caso com Beckham. Segundo Claire Cozens [The Guardian, 2/8/04], o tablóide News of the World sozinho pagou à Rebecca 350 mil libras para ter acesso às mensagens de texto enviadas pelo jogador para seu celular.

O debate será mediado pelo apresentador da BBC Sian Williams e terá ainda a participação de David Yelland, ex-editor do Sun; Steve Anderson, responsável pelas seções de notícias, arte e religião na ITV; e Peter Horrocks, chefe de notícias da BBC.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem