Domingo, 16 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

ENTRE ASPAS >

Depois dos livros, Google digitaliza revistas

11/12/2008 na edição 515

O Google anunciou, esta semana, que começou a adicionar revistas a seu arquivo online de livros, em parceria com editoras. Já começaram a ser digitalizadas milhões de páginas da New York Magazine, Popular Mechanics, Popular Science, Men’s Health e Ebony, entre outras. Todas estão sendo escaneadas em cores e disponibilizadas por meio do serviço de busca de livros Google Book Search. O projeto já escaneou cerca de sete milhões de livros em parceria com bibliotecas públicas, como a de Nova York, e de universidades como Harvard e Oxford.


Quem colocar agora uma palavra na ferramenta de busca de livros poderá ter, dentre os resultados, links de artigos de revistas. É possível ainda fazer uma busca apenas em revistas. Por enquanto, ainda há um número reduzido de títulos disponíveis, que deve ser ampliado em breve.


Na justiça


No final de outubro, a empresa fez um acordo com a Associação de Editoras Americanas e com o Authors Guild, sindicato que representa mais de oito mil autores americanos, sobre o projeto da biblioteca virtual. As entidades reclamavam de violação de direitos autorais.


O Google teve que desembolsar US$ 125 milhões para criar um registro de direitos autorais, compensar autores e editoras que já tiveram seus trabalhados escaneados e cobrir as custas legais da ação aberta contra a empresa, há três anos. Pelo novo sistema, leitores terão acesso a até 20% de cada livro protegido por direitos autorais, e depois decidem se desejam pagar pelo resto. Além disso, editoras e escritores passarão a ser pagos pela publicação de seus livros na internet. Informações da AFP [9/12/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem