Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

CADERNO DO LEITOR > PORNOGRAFIA

Dezenas de sítios bloqueados na China

13/01/2009 na edição 520

O governo chinês bloqueou 91 sítios de internet desde quinta-feira (8/1) como parte de uma longa campanha contra a pornografia na rede. A distribuição de material considerado pornográfico é ilegal na China.


A campanha contra sítios que publicam conteúdo ou links para páginas que ‘ameaçam a moral pública’ e corrompem a juventude da nação foi criada pelo Ministério de Segurança Pública em parceria com outras seis agências governamentais. Companhias que ignoram os alertas para a remoção de ‘obscenidades’ são ameaçadas com o fechamento definitivo.


Todos participando


Empresas como o Google e o Baidu, mais popular ferramenta de buscas da China, tiveram que entrar na dança, apagando links para ‘material vulgar’ de seus sistemas de pesquisa e pedindo desculpas públicas.


A China tem a maior população online do mundo, com 250 milhões de internautas, de acordo com dados oficiais. O uso de computadores cresce junto com o aumento da renda das famílias chinesas. Ainda que estimule o uso da internet para fins educativos e para estimular a economia, o Partido Comunista que governa o país costuma exercer controle sobre a rede, bloqueando links que levem a temas politicamente sensíveis. Informações da AFP [11/1/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem