Terça-feira, 18 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1018
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Diretor de rede britânica admite falha grave

25/11/2008 na edição 513

Mark Thompson, diretor-geral da BBC, admitiu, na semana passada, que a rede pública britânica cometeu um ‘lapso editorial muito grave’ ao permitir que um trote telefônico feito por dois apresentadores de rádio fosse ao ar. Em outubro, os apresentadores Jonathan Ross e Russell Brand deixaram mensagens de mau gosto na caixa postal do ator britânico Andrew Sachs, famoso no Reino Unido por um seriado de TV exibido na década de 70. Nas ligações, eles contavam que Brand havia feito sexo com a neta de Sachs e sugeriam que o ator, que tem 78 anos, poderia se suicidar por causa disso. As gravações foram divulgadas em um programa de rádio.


Reclamações


O episódio gerou grande comoção popular, e até o fim de outubro a BBC havia recebido quase 30 mil reclamações do público. Ross, que apresenta programas de rádio e TV e tem o maior salário da rede, foi suspenso por 12 semanas. Brand, também suspenso, pediu demissão. Uma diretora da estação Radio Two também deixou a rede depois da controvérsia.


‘Este é um exemplo de um lapso editorial realmente grave que ultrapassa o limite em que possa ser debatido’, afirmou Thompson em audiência do comitê de cultura, mídia e esporte da Câmara dos Comuns do Parlamento britânico. ‘[O incidente] está claramente errado ao se tratar de invasão de privacidade e da falta de cuidado com as pessoas’. O diretor disse ainda que o problema ‘não é algo típico da BBC’. Informações da AFP [18/11/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem