Sábado, 25 de Maio de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1038
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Documentário ataca parcialidade do canal de notícias

20/07/2004 na edição 286

A tendência direitista da rede de notícias americana Fox News é o tema de um filme lançado em Nova York na semana passada. Em Outfoxed, o diretor Robert Greenwald usa depoimentos de ex-funcionários e trechos de programas da emissora para denunciar a suposta parcialidade de sua cobertura. Atual líder de audiência entre os canais jornalísticos, a Fox News teria causado um ‘efeito de foxificação’ da mídia, que consiste em ‘pseudo-patriotismo, simplificação e degradação da notícia’. O subtítulo do documentário, financiado em parte por dois grupos de esquerda, MoveOn e Center for American Progress, é ‘a guerra de Rupert Murdoch (dono da Fox News) contra o jornalismo’.

No filme, a Fox News não ganha espaço para se defender. A justificativa de Greenwald para isso é que ela ‘já está no ar 24 horas por dia, sete dias por semana’. É claro que a direção da emissora não gostou da obra. Na avant-premiére nova-iorquina foi distribuído um panfleto aos jornalistas questionando a autoridade dos entrevistados. Alguns deles, de fato, nunca trabalharam no canal. Contudo, aqueles que já foram funcionários foram classificados como incompetentes ou de baixo escalão. Além disso, o comunicado acusava o New York Times de cooperar com ‘ações ilegais de infração de direitos autorais’, por publicar artigo sobre Outfoxed em sua revista The New York Times Magazine.

Por outro lado…

Em extenso artigo para o Wall Street Journal [12/7/04], o escritor e colunista Orson Scott Card isola a Fox News como a única rede de notícias imparcial dos EUA. Assumidamente conservadora, ela sempre daria voz aos dois lados da notícia. Para Card, as outras emissoras e os grandes jornais têm, todos, tendência esquerdista e liberal.

Quando a Fox News suplantou a CNN em audiência, a esquerda teria ficado ‘em pânico’ por ver que a direita finalmente ganhara um espaço significativo na mídia. ‘Nós queremos ouvir a verdade de um amigo. De alguém que seja um de nós’, escreve. ‘A mídia esquerdista vive numa cidadezinha em que todos pensam (ou fingem pensar) exatamente igual. Por isso, para eles, qualquer repórter ou veículo que rejeite suas premissas deve ser louco ou desonesto. (…) A Fox News pretende ter apenas uma tendência – é definitivamente pró-americana – e apresenta todos os fatos e todos os pontos de vista, deixando a decisão para o telespectador’. Com informações do Los Angeles Times [13/7/04] e do Boston Globe [14/7/04].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem