Sábado, 21 de Setembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1055
Menu

ENTRE ASPAS >

Dois jornalistas mortos em areas de cartéis

17/07/2009 na edição 546

Dois jornalistas mexicanos foram mortos no período de dois dias, em duas cidades diferentes. Os motivos dos crimes ainda não são conhecidos. De acordo com informações da organização internacional Repórteres Sem Fronteiras, Martín Javier Miranda Avilés, repórter do diário Panorama e correspondente da agência de notícias Quadratin, foi encontrado morto em sua casa em Zitacuaro, no estado de Michoacán, em 12 de julho, enquanto Ernesto Montañez Valdivia, editor do jornal Enfoque del Sol de Chihuahua, foi assassinado a tiros em Ciudad Juárez, no norte do país, em 14 de julho.


A Repórteres Sem Fronteiras, que fez um apelo às autoridades federais e estaduais para que investiguem os crimes com afinco, ressaltou que eles ocorreram em duas regiões extremamente dominadas pela guerra entre cartéis de drogas. ‘Neste cenário, o assassinato de um jornalista ultrapassa a vingança contra uma pessoa e vira um meio de aterrorizar toda a imprensa e os cidadãos locais’, declarou a organização, que tem sede em Paris.


Miranda Avilés foi encontrado com dois ferimentos feitos por uma faca em suas costas. Seus colegas contam que ele havia recebido ameaças, mas que havia poucas vezes coberto crimes. Executivos do Panorama não descartam algum tipo de vingança contra a publicação, já que duas semanas atrás vendedores de jornais foram atacados quando vendiam uma edição que trazia uma reportagem sobre a prisão de um policial flagrado com armas ilegais e drogas. A morte do jornalista ocorreu no mesmo dia da prisão de Arnoldo Rueda Medina, um dos líderes do principal cartel de Michoacán. A detenção foi seguida por manifestações de violência, incluindo um ataque a uma delegacia em Zitacuaro.


Já Montañez Valdivia foi vítima de uma emboscada com homens armados quando dirigia seu carro, acompanhado de seu filho de 17 anos – que foi gravemente ferido e segue internado no hospital. O veículo tinha um adesivo que dizia ‘Imprensa 2007’ e o nome da Enfoque del Sol de Chihuahua. Segundo o diário nacional Milenio, apenas em junho houve 325 assassinatos deste tipo no estado de Chihuahua. Informações da Repórteres Sem Fronteiras [16/7/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem