Domingo, 18 de Novembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1013
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Dois jornalistas mortos na Índia em duas semanas

Por Leticia Nunes em 25/06/2015 na edição 856
sandeep kothari

Sandeep Kothari, brutalmente assassinado

O jornalista indiano Sandeep Kothari foi sequestrado por um grupo de homens e espancado até a morte. Seu corpo foi incinerado e abandonado nos arredores de uma linha férrea em Katangi, no estado de Madhya Pradesh. Dois suspeitos foram presos e estão sendo interrogados pela polícia, que ainda busca por um terceiro indivíduo envolvido no ataque.

Segundo a família de Kothari, o repórter foi morto devido à publicação de diversas denúncias sobre mineração ilegal no distrito de Balaghat. Um irmão de Kothari declarou que o jornalista vinha sendo pressionado para retirar as acusações contra as mineradoras locais.

Kothari era repórter freelancer e escrevia para diversos jornais de língua hindi. Ele já havia sido processado por conta de seu trabalho e chegou a ser preso algumas vezes. Segundo seus familiares, tais processos também eram retaliação às denúncias sobre atividades de mineração ilegal na Índia.

A polícia, no entanto, negou que Kothari tenha sido assassinado devido a suas reportagens sobre mineração ilegal e atribuiu o crime a “rivalidades profissionais”.

Segundo crime em 15 dias

A morte de Kothari ocorreu menos de duas semanas depois do assassinato de outro jornalista indiano, Jagendra Singh, no estado vizinho de Uttar Pradesh. Singh, que teve o corpo queimado, chegou a receber socorro e passar por internação hospitalar. Antes de morrer, ele implicou que o ministro da agricultura de Uttar Pradesh, Ram Murti Verma, e mais dois policiais estariam envolvidos no atentado.

“O terrível assassinato de mais um jornalista em menos de duas semanas é alarmante e sintomático da cultura arraigada da impunidade na Índia”, afirmou Sumit Galhotra, pesquisador técnico da divisão asiática do Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

De acordo com o CPJ, pelo menos 35 profissionais da imprensa foram mortos no país desde 1992 (ano em que o comitê passou a fazer esse tipo de registro). Atualmente, a Índia está em 13º lugar no Índice Anual de Impunidade realizado pelo CPJ, o qual destaca os países que menos solucionam crimes que têm jornalistas como vítimas.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem