Sábado, 15 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Dois mortos em emboscada no Paquistão

15/02/2005 na edição 316

Dois jornalistas foram mortos quando voltavam de uma cerimônia de rendição de um líder tribal no Paquistão, na semana passada. O ônibus que transportava Mir Nawab, cinegrafista freelancer que trabalhava para a Associated Press Television News, e Allah Noor, repórter do jornal paquistanês de língua inglesa The Nation, entre outros profissionais de imprensa, foi atacado a tiros por um grupo de homens quando passava por uma estrada. Outros dois jornalistas ficaram feridos. Eles voltavam de uma cerimônia realizada no vilarejo de Sararogha para formalizar a promessa do líder Baitullah Mehsud de se render e entregar seu armamento em troca da anistia do governo. Informações da AP [7/2/05].



Militantes matam jornalista iraquiano e seu filho

A AP [9/2/05] informa que atiradores mataram um jornalista iraquiano que trabalhava para a emissora americana al-Hurra quando ele saia de sua casa em Basra, a segunda maior cidade do país. Abdul Hussein Khazal al-Basri estava acompanhado por seu filho de 3 anos, que também foi assassinado. O canal para o qual trabalhava foi montado pelos EUA para tentar passar ao público árabe uma mensagem alternativa à de redes como al-Jazira e al-Arabiya. Além de trabalhar para a al-Hurra, al-Basri editava um jornal local de Basra, comandava a assessoria do conselho municipal da cidade e era membro do departamento político do Partido Islâmico Dawa, um influente organização xiita.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem