Domingo, 16 de Junho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1041
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Dono de canal muçulmano acusado de matar mulher

18/02/2009 na edição 525

Muzzammil Hassan, fundador da primeira emissora de TV a cabo americana voltada ao público muçulmano, foi preso sob acusação de decapitar sua mulher. O corpo de Aasiya Hassan foi encontrado pela polícia, na quinta-feira passada (12/2), nos escritórios da Bridges TV, no subúrbio de Orchard Park, estado de Nova York. Segundo o chefe de polícia local, Hassan procurou as autoridades dizendo que sua mulher estava morta.


A emissora, lançada em 2004, é a primeira experiência do ex-banqueiro paquistanês no setor televisivo. Em entrevista à AFP há cinco anos, ele afirmou que a idéia de criar o primeiro canal a cabo em inglês voltado a muçulmanos americanos e canadenses partiu de sua mulher. A programação da Bridges TV vai de conteúdo religioso e do Corão a noticiários, documentários, novelas e shows voltados a mulheres e crianças.


Segundo a mídia local, Aasiya havia pedido o divórcio no início de janeiro, e a polícia já havia respondido a diversas reclamações de violência doméstica na casa da família – Hassan teria dois filhos com a mulher e outros dois de um casamento anterior. Em declaração, a Bridges TV afirmou estar ‘profundamente chocada e entristecida pelo assassinato de Aasiya Hassan e subsequente prisão de Muzzammil Hassan’. Informações da AFP [17/2/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem