Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

MONITOR DA IMPRENSA > BELARUS

Correspondente preso sob acusação de difamar o presidente

26/06/2012 na edição 700
Tradução e edição: Leticia Nunes

O jornalista Andrzej Poczobut, correspondente em Belarus para o Gazeta Wyborcza, um dos principais jornais da Polônia, foi preso por supostamente difamar o presidente Alexander Lukashenko.

Poczobut, que é cidadão bielorrusso, foi preso na semana passada [21/6], na cidade de Grodno. O jornalista teve seu apartamento revistado e seus computadores confiscados. Segundo sua mulher, Oksana Poczobut, policiais ameaçaram não deixá-lo em paz até que ele pare de criticar o presidente. Esta é a segunda vez que Poczobut é preso sob acusação de insulto – no ano passado, ele foi detido também por conta de artigos críticos ao presidente.

Os editores do correspondente, em Varsóvia, afirmaram que seu trabalho mais recente tratava de dois homens executados em um ataque a bomba no metrô de Minsk. Se condenado, Poczobut pode pegar até cinco anos de prisão. Informações do Guardian [22/6/12].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem