Sábado, 23 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

MONITOR DA IMPRENSA > TELEFONIA ONLINE

Skype torna dados mais acessíveis à polícia

31/07/2012 na edição 705
Tradução: Larriza Thurler (edição de Leticia Nunes)

O popular serviço de telefonia online Skype é muito usado por dissidentes políticos e criminosos que querem se comunicar longe do alcance do governo ou da polícia. Hoje, a vigilância de áudio e vídeo não é possível, mesmo com uma ordem judicial. E há tempos governos vêm tentando ampliar o acesso a estas comunicações.

Agora, o Skype expandiu sua cooperação com autoridades para tornar disponíveis chats online e outras informações à polícia. As mudanças, que darão a autoridades acesso a endereços e números de cartão de crédito, provocaram revolta, no entanto, entre ativistas e analistas.

Por anos, autoridades reclamavam que a encriptação do Skype – comprado pela Microsoft no ano passado – dificultava o rastreamento de traficantes, pedófilos e terroristas. Grupos hackers e especialistas em privacidade vinham especulando, há meses, que o Skype havia mudado sua arquitetura para facilitar o monitoramento, e muitos culparam a Microsoft, que tem uma operação para cumprir requisitos legais em países em todo o mundo. Informações de Craig Timberg e Ellen Nakashima [The Washington Post, 25/7/12].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem