Quinta-feira, 23 de Maio de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1038
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Imprensa americana muda de tom com Obama

06/11/2012 na edição 719

A mídia americana mudou sua abordagem ao candidato à reeleição Barack Obama na corrida eleitoral quando comparado com o mesmo período da última eleição, em 2008. É o que diz o recente estudo sobre a cobertura da campanha eleitoral americana do Project for Excellence in Journalism, do centro de pesquisas Pew.

Os dados mostram como o ponto de vista da mídia sobre Obama mudou após seus quatro anos no governo. Enquanto em 2008 45% das matérias abordavam Obama de forma positiva, hoje o número caiu para 12%. De mesmo modo, houve um aumento de abordagens mistas ou neutras, de 28% em 2008 para 70%.

Também houve uma mudança no tom da mídia entre os candidatos republicanos de 2008, John McCain, e 2012, Mitt Romney. De 6% de matérias positivas em 2008, o número subiu para 19%. As abordagens negativas caíram de 69% para 16%.

O debate

Segundo o mesmo estudo, o primeiro debate entre os candidatos a presidente dos EUA alterou dramaticamente o tom da cobertura da mídia. O evento realizado em 3 de outubro na cidade de Denver fez com que o número de matérias positivas sobre Romney subissem de 6% para 32%. Já Obama, que era retratado com um tom predominantemente misto, ficou com 12% de matérias com tom positivo e 37% com tom negativo.

Emissoras de TV

O estudo também surpreende ao mostrar que a emissora Fox retrata menos negativamente Obama do que a MSNBC faz com Romney – a emissora Fox é conhecida por atacar intensamente os candidatos democratas à presidência. De todas as matérias da Fox, 46% mostram Obama de forma negativa, enquanto 71% das matérias da MSNBC retratam Romney de mesmo modo.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem