Segunda-feira, 11 de Novembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1062
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

‘Le Monde’ elege sua primeira diretora

05/03/2013 na edição 736

A jornalista Natalie Nougayrède, de 46 anos, foi escolhida, no fim da semana passada, para ocupar o cargo de diretora e editora-chefe do jornal francês Le Monde e de seu site. Natalie, que já chefiou a sucursal de Moscou do jornal, foi eleita em assembleia pelos 370 jornalistas com 79,4% dos votos – os jornalistas do Monde são também acionistas. Ela sucede Érik Izraelewicz, que já combinava os cargos de diretor e editor-chefe, e morreu em novembro passado vítima de um infarto.

É a primeira vez que o Monde será dirigido por uma mulher. A primeira mulher a ocupar o cargo de editora-chefe foi Sylvie Kauffmann, mas os postos de editor e diretor ainda não eram combinados. Natalie era a única mulher entre os quatro candidatos que passaram pelo filtro dos acionistas majoritários do jornal, Pierre Bergé, Xavier Niel e Matthieu Pigasse. Ela precisava de pelo menos 60% dos votos da Sociedade de Redatores, maior grupo acionista do Monde, para que seu nome fosse ratificado.

Natalie, que é especialista em Rússia e já trabalhou no Libération e na BBC, entrou para o Monde em 1996. Ela foi correspondente em Moscou de 2001 a 2005, e recebeu o prêmio Albert Londres pela cobertura do massacre na escola de Beslan, na Ossétia do Norte, em setembro de 2004. Eleita para a direção do jornal por um período de seis anos, ela pretende dar continuidade ao trabalho de Izraelewicz, que havia começado a remodelar o diário e suas revistas semanais e a unificar as equipes do impresso e da internet.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem