Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1016
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Editor preso por especular sobre saúde de presidente

30/09/2008 na edição 505

Um tribunal de apelações condenou o jornalista egípcio Ibrahim Eissa a dois meses de prisão por publicar rumores sobre o estado de saúde do presidente Hosni Mubarak. Editor-chefe do diário independente al-Dustur, Eissa era acusado de ter prejudicado a economia do Egito ao publicar boatos de que Mubarak estaria doente, o que teria levado investidores estrangeiros a tirar seu dinheiro do país. Especulações sobre a saúde do presidente são amplamente divulgadas na imprensa independente do Egito, com reportagens sobre internações em hospitais e viagens para tratamento no exterior. Mubarak tem 80 anos de idade. Informações de Mona Salem [AFP, 28/9/08].



Governo barra YouTube no Kuait

O governo do Kuait ordenou a provedores de internet que proíbam que o sítio de compartilhamento de vídeos YouTube seja acessado no país – depois que foram exibidos clipes considerados ofensivos aos muçulmanos. Em um memorando enviado aos provedores locais, o governo afirma que, por mostrar o Corão em forma de música e imagens desrespeitosas do profeta Maomé, a página deve ser bloqueada. Informações de Ulf Laessing [Reuters, 22/9/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem