Sábado, 26 de Maio de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº988
Menu

ENTRE ASPAS > NEPAL

Editora atacada por maoístas

23/12/2008 na edição 517

Cerca de 50 ativistas – que afirmavam apoiar o partido maoísta do Nepal – atacaram os escritórios da editora Himalmedia no domingo (21/12), saqueando o local e espancando os jornalistas presentes. A editora publica o semanário em língua inglesa Nepali Times e outras revistas. Os agressores diziam protestar contra a cobertura crítica ao partido de situação.

Os maoístas abandonaram, há dois anos, uma guerra civil que durou uma década e hoje – depois de surgirem como a maior partido político do país em uma eleição em abril – comandam a coalizão que governa o Nepal. Eles sofrem críticas, entretanto, por partidos rivais por continuar a permitir ações de violência e intimidação.

A Organização das Nações Unidas e o governo dos EUA criticaram publicamente, na segunda-feira (22/12), a ação, e pediram que as autoridades investiguem o ataque. ‘Não há justificativa para o uso de violência e de intimidação por qualquer partido ou organização na tentativa de controlar a mídia ou ameaçar a liberdade de imprensa no Nepal’, declarou a embaixada americana.

O partido maoísta prometeu investigar o incidente. Alguns funcionários tiveram pequenos ferimentos, mas nenhum foi ferido com gravidade, afirmou o editor Kunda Dixit. ‘Este é um ataque direto à imprensa livre e à democracia’, ressaltou. Informações de Gopal Sharma [Reuters, 22/12/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem