Domingo, 16 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Emissora abandona programas de debates

11/01/2005 na edição 311

O presidente da CNN, Jonathan Klein, anunciou o fim do programa Crossfire e do contrato com o apresentador conservador Tucker Carlson. Segundo matéria de Bill Carter [The New York Times, 6/1/05], Carlson declarou ter pedido demissão do programa em abril passado, mas concordou em ficar até o fim do contrato. Ele disse que tem um acordo com a MSNBC, rival da CNN, para apresentar um programa diário de entrevistas.

Klein afirmou que decisão da companhia em finalizar o contrato com Carlson e suspender o programa não estava especificamente relacionada aos motivos defendidos pelo apresentador. Segundo o presidente, não havia espaço na emissora para Carlson conduzir sua carreira da forma como desejava. ‘Ele queria apresentar um programa em horário nobre, com convidados e debate ao vivo. Este não é o tipo de programa que a CNN vai fazer’, disse Klein, que quer afastar a CNN dos programas de debate que se tornaram comuns no horário nobre de todos os canais de notícias dos EUA.

O programa de maior audiência da CNN, Larry King Live, será mantido na programação com o mesmo formato de entrevista. Para Klein, o programa de King não é um debate como os outros, e sim ‘televisão personalizada’. Os outros programas do horário nobre da CNN serão dedicados a reportar os eventos e não debatê-los.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem