Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

MONITOR DA IMPRENSA > TERREMOTO

Emissoras americanas enviam âncoras ao Haiti

14/01/2010 na edição 572

O terremoto no Haiti dominou a grade das emissoras de notícias americanas na quarta-feira (13/1), com os principais âncoras enviados ao país para reportar de perto a tragédia. Katie Couric, da CBS, Brian Williams, da NBC, e Diane Sawyer, da ABC, juntaram-se a Anderson Cooper, da CNN, em Porto Príncipe. Diane, que estava no Afeganistão, encarou 18 horas de vôo até Nova York, onde embarcou direto para o Haiti.


Cooper foi um dos primeiros jornalistas estrangeiros a chegar na capital. Depois de apresentar seu telejornal na noite de terça-feira, pegou um vôo para a República Dominicana e, de lá, pegou carona em um helicóptero para o Haiti, de onde entrou no ar ao vivo, por telefone via satélite, para descrever a destruição local. A CNN enviou também o médico Sanjay Gupta, que conseguiu entrevistar o presidente do Haiti, René Préval, no aeroporto de Porto Príncipe, onde ele tentava arrumar um lugar para trabalhar – o palácio presidencial foi destruído no terremoto, e Préval não sabia onde iria passar a noite, mas ressaltou que o que importava no momento era ajudar a população.


As emissoras também estenderam seus telejornais noturnos em uma hora para se dedicar à história. Já a MSNBC recebeu críticas por, na noite de terça, quando ocorreu o terremoto, ter exibido duas horas do programa do apresentador Keith Olbermann sem mencionar o desastre. A emissora, que sofreu a mesma crítica no Natal por continuar com sua programação gravada depois de uma tentativa de ataque terrorista nos EUA, afirmou que, no caso do Haiti, havia pouca informação e poucas imagens do terremoto para reportar a história na terça-feira. Já na quarta, Obermann e Rachel Maddow, que apresenta o programa seguinte, deram bastante espaço ao assunto.


Na Fox News, a cobertura do terremoto durante o dia foi extensa, mas à noite a emissora seguiu com o plano original de exibir sua mais nova contratação. Em entrevista no programa de Glenn Beck, a ex-governadora Sarah Palin e o apresentador conversaram sobre máscaras de Halloween. Com informações de David Bauder [AP, 14/1/10].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem