Entidade protesta contra sexo a três em série de TV | Observatório da Imprensa - Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito
Terça-feira, 21 de Agosto de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1000
Menu

CADERNO DO LEITOR > GOSSIP GIRL

Entidade protesta contra sexo a três em série de TV

05/11/2009 na edição 562

Um anúncio promocional do seriado de TV Gossip Girl, nos EUA, levou o Parents Television Council, entidade que monitora a programação televisiva, a fazer campanha para que as estações afiliadas à emissora CW não exibam o próximo episódio, marcado para ir ao ar na segunda-feira [9/11]. O anúncio sugere que o episódio exibirá uma cena de sexo a três com alguns dos personagens principais da série, que mostra a vida de adolescentes ricos em Manhattan.


Tim Winter, presidente do conselho de pais, que defende o que chama de ‘programação para a família’, afirmou que a CW foi irresponsável e imprudente ‘ao incluir uma trama destas em um programa voltado a adolescentes’. A emissora, por sua vez, diz que Gossip Girl, que é baseado em uma série de livros escrita para adolescentes, tem como público alvo mulheres de 18 a 34 anos e a idade média de seus telespectadores é de 27 anos. Para Winter, entretanto, esta alegação não passa de uma piada. Informações de Edward Wyatt [The New York Times, 4/11/09].



Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem