Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº974

MONITOR DA IMPRENSA > Índice Torabit

Estadão volta a liderar e revistas entram no ranking de engajamento

Por Caio Túlio Costa em 13/04/2016 na edição 898

O jornal O Estado de S. Paulo voltou ao topo no índice de engajamento dos principais veículos nacionais nas redes sociais. Engajamento abril

Com 3,68% na média de engajamento entre as redes Facebook, Twitter e Instagram, o Estadão ultrapassou o Zero Hora (na liderança em fevereiro e em segundo lugar em março) e retomou seu histórico de líder desde o início da medição, em novembro do ano passado.

O que “puxou” o índice do Estadão para o primeiro lugar foi seu desempenho no Instagram, forte do jornal desde o ano passado. Ele conquistou 5,04% de engajamento neste meio, à frente de todos os outros concorrentes.

No Facebook, no entanto, o campeão foi a revista IstoÉ, com 7,37% de engajamento, quase dois pontos percentuais à frente do Estadão, em segundo lugar com 5,52%.

Outra novidade em março foi a inclusão das três principais revistas semanais online no índice. Veja, Época e IstoÉ entraram com bastante força no índice. IstoÉ (muito por conta da reportagem sobre a delação de Delcídio do Amaral) já estreou em terceiro lugar com 2,73% de taxa de engajamento; Época em quarto com 2,17% e Veja em sexto com 1,59%.

Do ponto de vista da quantidade de seguidores, o campeão continua sendo o R7, com 11,7 milhões de fãs no Facebook. Veja vem segundo, com 6,4 milhões de fãs, mas está em primeiro lugar no Twitter, com quase 7 milhões de seguidores.

Este ranking é produzido pelo Torabit, sistema de monitoramento, análise e mobilização nas redes sociais.

A taxa de engajamento mede o quanto os leitores de cada veículo gostam, comentam ou compartilham os seus conteúdos.

Por enquanto, o Torabit divulga as taxas das três principais redes: Facebook, Twitter e Instagram.

Para calcular a taxa de engajamento, o Torabit utiliza uma fórmula bastante simples. A equação é composta pela soma de ações que os internautas fazem em cada rede (curtem, comentam ou compartilham) multiplicada por cem e dividida pelo número de seguidores do veículo ao final de cada mês. O resultado, em percentual, é o índice de engajamento em cada rede.

Para compor o índice final, o Torabit calcula a taxa média, nada menos do que a soma das taxas obtidas por cada veículo dividida pela quantidade de redes – três, neste caso.

O resultado, em percentual, permite comparar qual leitorado é mais ou menos engajado em relação aos concorrentes de qualquer um dos veículos.

Mais detalhes no site: www.torabit.com.br

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem