Sábado, 15 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

EUA querem diminuir influência da Telesur

25/07/2005 na edição 339

A guerra de palavras entre Washington e o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, pode entrar em breve numa nova dimensão com um possível duelo no rádio e na TV. Na quarta-feira (20/7), a Câmara dos Representantes americana aprovou uma emenda que permite que os EUA transmitam programas de TV e rádio via satélite na Venezuela.

A emenda, apresentada pelo representante republicano Connie Mack, tem como objetivo oferecer aos venezuelanos notícias ‘precisas e objetivas’ e se contrapor ao ‘antiamericanismo’ do Telesur, canal de televisão por satélite latino-americano que inicia suas transmissões experimentais este mês. Alguns oficiais americanos estão preocupados com a possibilidade da Telesur virar porta-voz de Chávez para propagar seu estilo autocrático nos países vizinhos, em detrimento aos interesses dos EUA. Chávez quer que o canal seja um concorrente do canal CNN em espanhol e também um contraponto ao que ele chama de ‘propaganda dos EUA’. Além do governo venezuelano, os governos de Cuba, Uruguai e Argentina ajudam a financiar a emissora, sediada em Caracas.

A idéia de fundar um canal americano direcionado à Venezuela parece ter sido inspirada pelo canal Radio e TV Marti, sediado em Miami, destinado aos dissidentes de Cuba. Chávez teria dito que usará o mesmo método usado em Cuba para neutralizar o canal americano, causando interferência no sinal de transmissão. Informações de Andy Webb-Vidal, do Financial Times [21/7/05].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem