Sábado, 16 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

MONITOR DA IMPRENSA > MÍDIA & RELIGIÃO

Ex-diretor do conselho da BBC assume cargo no Vaticano

Por lgarcia em 15/07/2014 na edição 807

Tradução: Pedro Nabucoe Leticia Nunes, edição de Leticia Nunes. Informações de Georg Szalai [“Former BBC Chair Chris Patten to Advise Pope on Vatican Media Operations”, The Hollywood Reporter, 9/7/14] e John Hooper [“From BBC to right hand of Pope: Patten to advise Vatican on media strategy”, The Guardian, 9/7/14]

O ex-presidente do conselho curador da BBC, Chris Patten, assumirá o cargo de presidente de um comitê que irá aconselhar o Papa Francisco a modernizar as estratégias de comunicação do Vaticano.

Patten, que já foi membro do Parlamento britânico e presidente do Partido Conservador, também já ocupou o posto de governador britânico de Hong Kong. Ele deixou o cargo no conselho da BBC há dois meses para cuidar da saúde, depois de passar por uma cirurgia cardíaca. Por isso, o anúncio do Vaticano provocou surpresa.

Em sua passagem de três anos pela rede pública, o político colecionou controvérsias. Ele era criticado, entre outras coisas, pelos altos pagamentos aos executivos da organização. Além disso, Patten tornou-se presidente do conselho em 2011, um ano antes de estourar na rede o escândalo de abuso sexual envolvendo o apresentador Jimmy Savile.

O cargo de Patten no Vaticano não é remunerado. Ele irá assumir o posto por um ano e terá como missão dirigir o comitê que tem como objetivo modernizar os diversos veículos de comunicação do Vaticano, que incluem jornais, TV, uma estação de rádio e plataformas de mídia digitais. Entre suas metas também está encontrar novas formas de ampliar o número de católicos alcançados pelas mídias da Santa Sé.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem