Domingo, 19 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

ENTRE ASPAS > NIGÉRIA

Executivos de mídia pedem saída de presidente

03/02/2010 na edição 575

Donos de 17 jornais e organizações de mídia da Nigéria se uniram esta semana para pedir a saída do presidente Umaru Yar’Adua, hospitalizado na Arábia Saudita desde novembro por conta de um problema cardíaco. Já foram abertas diversas ações questionando a habilidade do presidente de governar o país de um leito de hospital. Na semana passada, o gabinete presidencial divulgou nota afirmando que Yar’Adua não é incapaz de governar a Nigéria.


Agora, os principais executivos de mídia do país divulgaram declaração defendendo que o líder entregue o cargo a seu vice em sete dias ou renuncie; caso não o faça, deve ser aberto um processo de impeachment, já que ele está ausente do governo há 70 dias.


Teme-se que a ausência prolongada do presidente forme um vácuo de poder, já que a constituição do país seria ambígua em suas indicações para problemas deste tipo. Desde que deixou a Nigéria, Yar’Adua só foi visto uma vez em uma entrevista à BBC no início de janeiro, onde dizia que voltaria ao trabalho assim que seus médicos permitissem. Informações da BBC News [3/2/10].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem