Sábado, 20 de Abril de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1033
Menu

ENTRE ASPAS >

Ex-premiê ganha processo por difamação

26/03/2009 na edição 530

O ex-primeiro-ministro da Tailândia Thaksin Shinawatra, que deixou o país no ano passado para escapar de acusações de corrupção, ganhou um caso de difamação contra um colunista de jornal que o acusou de conspirar para derrubar a monarquia. O colunista Pramote Nakornthup recebeu sentença de um ano de prisão coercitiva por artigos publicados em maio de 2006 no jornal Manager Daily – fundado por Sondhi Limthongkul, que liderou protestos pela derrubada do governo do premiê. Também foi condenado sob a mesma ofensa o executivo do jornal Koontong Lerserivanich. Os dois deverão ser presos se repetirem sua violação nos próximos dois anos.


Shinawatra foi tirado do poder em 2006 pelos militares sob alegação de corrupção e deslealdade à monarquia. Ele deixou a Tailândia em agosto do ano passado e, três meses depois, foi sentenciado a dois anos de prisão por ajudar sua ex-mulher a comprar terras do governo enquanto ocupava o cargo de premiê. O político diz que continuará a lutar para provar sua inocência. As leis tailandesas definem até 15 anos de prisão para quem insultar o rei Bhumibol Adulyadej ou sua família. A constituição nacional afirma que o rei deve ser colocado em um pedestal de veneração e que isto não deve ser violado. Informações de Rattaphol Onsanit [Bloomberg, 25/3/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem