Terça-feira, 18 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1018
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Ex-presidente da Hollinger quer perdão de Bush

21/11/2008 na edição 512

O ex-magnata de mídia Conrad Black, condenado por fraude e roubo na companhia de jornais Hollinger International, quer receber o perdão do presidente George W. Bush para conseguir deixar a cadeia antes do tempo previsto, segundo informações do jornal canadense Globe and Mail. Black, que nasceu no Canadá e é membro da Câmara dos Lordes do Parlamento britânico, está na prisão desde março, cumprindo sentença de seis anos e meio.


O ex-empresário foi condenado em julho de 2007, em Chicago, por desviar, junto com três sócios, mais de US$ 6 milhões da Hollinger através de bônus ilegais. Ele presidia a companhia – que já chegou a ser a terceira maior editora de jornais em língua inglesa do mundo – e foi afastado em 2003, após uma investigação interna comandada pelos acionistas, prejudicados pelo desvio de dinheiro.


Sob a Constituição americana, o presidente tem o poder de conceder perdões e diminuir sentenças. No meio do ano, um tribunal de apelações aprovou, por unanimidade, a condenação de Black. O ex-empresário terá competição pesada: segundo estimativa do Departamento de Justiça americano, no fim de agosto já eram contabilizados cinco mil pedidos de perdão e diminuição de pena. Com informações da Reuters [20/11/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem