Domingo, 19 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

ENTRE ASPAS > TV A CABO

FCC intervém em disputa de gigantes nos EUA

26/10/2010 na edição 613

A Comissão Federal de Comunicações do EUA (FCC, sigla em inglês) aumentou a pressão sobre a disputa entre as empresas Cablevision e News Corporation, que não chegaram a um acordo pelo preço de retransmissão do sinal. Segundo a FCC, a polêmica dos pagamentos de retransmissão está sendo analisada seriamente pelo governo. Emissoras da News Corp, incluindo o canal local da Fox na cidade de Nova York, foram cortadas pela companhia de TV a cabo Cablevision da programação de cerca de três milhões de casas por quase uma semana. É raro que uma disputa deste tipo resulte em corte de transmissão por mais de um dia.

A Fox afirmou que as pessoas afetadas devem mudar de provedor ou comprar uma antena, para que possam assistir ao World Series, final de campeonato de baseball, que começa esta semana. O presidente do escritório de mídia da FCC, William T. Lake, lembrou às duas empresas que elas têm um ‘papel estatutário de se engajarem em negociações de boa fé’. ‘Se vocês souberem de qualquer conduta de um dos lados que viole o requerimento da boa fé, por favor, nos avisem com evidências, até o dia 25/10’, escreveu, solicitando, ainda, detalhes sobre o que cada uma está fazendo para que a transmissão volte ao normal.

Má fé

O pedido da FCC é importante porque determina que um lado não está agindo de boa fé. ‘A FCC é uma agência de proteção do consumidor e a briga entre Fox e Cablevision mostra que os consumidores não estão protegidos’, opinou Michael J. Copps, comissário do órgão. Na semana passada, foi proposta a ajuda de um mediador – sugestão não aceita pela Fox.

Para o vice-presidente executivo de comunicação da Cablevision, Charlie Schueler, a intervenção da FCC é bem-vinda. ‘Seja por mediador ou pela ação da FCC, chegou a hora da News Corporation colocar fim ao blecaute da Fox em três milhões de casas que têm Cablevision’, disse. Informações de Brian Stelter e Bill Carter [New York Times, 22/10/10].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem