Terça-feira, 23 de Julho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1047
Menu

ENTRE ASPAS >

Folha de S. Paulo

28/12/2010 na edição 622


REGULAÇÃO
Franklin volta a atacar mídia e diz que falta
credibilidade a jornais


Às vésperas de deixar o governo, o ministro Franklin Martins (Comunicação
Social) voltou a fazer críticas à mídia brasileira.


Em entrevista ao site ‘Congresso em Foco’, Franklin acusou a imprensa
brasileira de ser ‘partidária’, de ter ‘má vontade’ com o governo e de fazer
‘dobradinha’ com a oposição.


O ministro fez ataques aos grandes jornais-chamados por ele de ‘jornalões’-ao
afirmar que esses veículos vivem hoje um ‘seriíssimo problema de
credibilidade’.


‘Um grande número de leitores não acredita mais no que o jornal diz. (…)
Muitas vezes os leitores perceberam que havia má vontade com o governo,
desproporcional. E havia uma leniência com a oposição’, afirmou.


Franklin disse que os jornais distorceram números favoráveis ao governo e vão
terminar a gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ‘vendendo menos do que
vendiam antes’.


REGULAÇÃO DA MÍDIA


Ao falar sobre o projeto de regulação da mídia que vai encaminhar à
presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), o ministro disse que a sociedade vai ser
a ‘mais prejudicada’ se ele não sair do papel.


‘Há certas obrigações que devem ser contempladas. Isso se faz no mundo
inteiro e ninguém nunca achou que é censura’, disse Franklin.


A Folha revelou no início do mês uma minuta do projeto de regulação da mídia,
elaborada por um grupo coordenado por Franklin, que prevê a criação de uma
Agência Nacional de Comunicação.


O órgão teria poderes para multar empresas que veicularem programação
considerada ofensiva, preconceituosa ou inadequada ao horário.


‘Segundo o ministro, o projeto a ser enviado a Dilma vai incluir ‘pluralismo,
equilíbrio e respeito à privacidade das pessoas’.


 


IGREJA
Papa Bento 16 grava mensagem inédita para rádio britânica


Em pronunciamento gravado especialmente para a rádio BBC 4 e veiculado ontem,
o papa Bento 16 afirmou que reza ‘pelas famílias do Reino Unido, pelas crianças,
pelos enfermos e por todos aqueles que de alguma forma passam por alguma
dificuldade durante o Natal.’


Foi a primeira vez que um papa gravou uma mensagem de Natal especialmente
para os britânicos. Em setembro, durante visita de quatro dias ao país, ele
enfrentou fortes críticas devido aos escândalos de abuso sexual na igreja.


No pronunciamento de rádio, ele não citou os casos.


Ontem à noite, após o fechamento desta edição, Bento 16 comandaria a
tradicional Missa do Galo, no Vaticano.


 


IMAGEM
Woods perde mais um patrocínio


Tiger Woods, que há pouco mais de um ano protagonizou um escândalo sexual,
perdeu o apoio da Gillette. Antes dela, Gatorade, AT&T e Accenture também
encerraram acordos com o golfista. Este foi o primeiro ano em que Woods não
ganhou nenhum título como profissional e ainda perdeu o posto de líder do
ranking após cinco temporadas seguidas.


 


TELEVISÃO
Clarice Cardoso


‘Lie to Me’ faz autoanálise em DVDs do segundo ano


Uma mordida nos lábios, uma passada de mão pelos cabelos, uma fungada
inocente. Qualquer um desses gestos serviria para provar que ninguém é 100%
honesto o tempo todo.


É de olho nas pequenas caretas que fazemos sem perceber que o dr. Cal
Lightman desvenda crimes. O maior especialista do mundo em expressões faciais é
a estrela de ‘Lie to Me’, série que tem a segunda temporada lançada agora em
DVD.


Ele é como um detector de mentiras ambulante que quase nunca falha. Pior,
domina a ciência tão bem que virou especialista também em distorcer verdades
para fazer qualquer um se entregar -sejam eles criminosos ou a filha
adolescente.


Poderia ser só mais uma série policial como as dezenas já produzidas. O
diferencial é o ótimo Tim Roth -de ‘Cães de Aluguel’ (1992)-, que várias vezes
chama mais a atenção do que as técnicas para detectar cascateiros.


Lightman dirige uma empresa especializada em leitura de microexpressões e
linguagem corporal que trabalha para o FBI, a polícia, empresas e gente comum.


Ele soluciona casos como o de pessoas desaparecidas, ajuda soldados
sequestrados no Afeganistão e até se comunica com um homem com paralisia
cerebral que só mexe os olhos. A temporada mata uma curiosidade que fãs podem
ter alimentado no primeiro ano: como seria Cal jogando pôquer?


NARIGUDO


Inspiração para Lightman e consultor científico da série, Paul Ekman é o
maior especialista em expressões faciais do mundo. Em suas pesquisas, elencou as
emoções que são manifestadas da mesma forma por qualquer ser humano após estudar
uma tribo da Nova Guiné. Já foi consultor da polícia e até de grupos
antiterrorismo.


Seu método não chega a ser um detector de mentiras à prova de erros como sua
contrapartida da ficção, mas parece chegar perto o bastante.


É boa a sacada da caixa com os episódios do segundo ano. Ekman surge como
estrela dos extras analisando o que há de verdade no que dizem atores e
produtores.


Ele analisa, por exemplo, que o criador Samuel Baum fica ‘incomodado demais’
ao relembrar a história de como convenceu Roth a aceitar um papel na TV.


E, aproveitando os trejeitos dos atores nas entrevistas, faz uma aula prática
das técnicas que usa.


O pacote é encerrado com cenas deletadas e erros de gravação e ganharia
pontos se tivesse traduzido as frases com estatísticas curiosas que ilustram os
discos ou incluído algum dos divertidos joguinhos de detecção de mentiras dos
sites dos canais Fox americano e brasileiro.


 


Mônica Bergamo


Santa expansão


A TV Aparecida pretende estrear em até seis meses seu canal digital, o 41, na
cidade de SP. A rede acaba de conseguir a outorga de uma retransmissora em
Salvador e está participando de consultas públicas para chegar a Aracaju e
Uberlândia.


 


******************


Clique nos links abaixo para acessar os textos do final de semana
selecionados para a seção Entre Aspas.


Folha
de S. Paulo
– Domingo


Folha
de S. Paulo
– Sábado


Estado
de S. Paulo
– Domingo


Estado
de S. Paulo
– Sábado


Jornal do Brasil

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem