Segunda-feira, 22 de Julho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1046
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Franceses libertados após 18 meses em cativeiro

Por lgarcia em 29/06/2011 na edição 648

Dois jornalistas franceses sequestrados pelo Talibã no Afeganistão há quase 550 dias foram libertados esta semana. O anúncio foi feito pelo governo da França na quarta-feira, 29. Hervé Ghesquière e Stéphane Taponier foram sequestrados junto com seu motorista, um fixer (jornalista local que age como guia para correpondentes estrangeiros) e um intérprete afegão no norte do país em 29 de dezembro de 2009.

O cinegrafista Taponier, de 46 anos, viajava regularmente ao Afeganistão desde 2000, e já havia participado da cobertura da guerra do Iraque e de vários outros conflitos no continente africano. O repórter Ghesquière, de 47 anos, fazia uma matéria para o canal de TV France 3. Antes do Afeganistão, cobriu conflitos na antiga Iugoslávia, no Iraque e no Camboja.

Em uma declaração oficial, o presidente Nicolas Sarkozy afirmou que o intérprete Reza Din também foi libertado, mas não há notícias sobre o paradeiro do motorista e do fixer que acompanhavam os jornalistas franceses. O sequestro, que durou 18 meses, representa o maior período em que um jornalista francês ficou em cativeiro em uma região de conflito desde a guerra civil do Líbano. Informações do France 24 [29/6/11].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem