Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

MONITOR DA IMPRENSA > LÍBIA

Fundador de canal independente morre em tiroteio

Por Leticia Nunes (edição) e Larriza Thurler em 22/03/2011 na edição 634

O blogueiro e jornalista cidadão líbio Mohammed Nabbous, fundador do canal independente Libya Alhurra, em Benghazi, foi morto por um atirador na noite de sábado [19/3] quando filmava um ataque de forças pró-Muamar Kadhafi na cidade.

Nabbous, de 28 anos, montou rapidamente o canal – pegando um sinal por satélite do tribunal de Benghazi – logo depois que começaram os protestos contra o regime. Não havia correspondentes na cidade e, para piorar a situação, o ditador havia derrubado a internet. A primeira transmissão ao vivo de Nabbous, também conhecido como Mo, foi ao ar em 19 de fevereiro.

Em poucos dias, ele formou uma equipe de jornalistas cidadãos, que filmavam os conflitos em Benghazi. Também se tornou uma importante fonte de informações para emissoras estrangeiras como CNN e Al-Jazira, que o entrevistavam e exibiam seus vídeos.

Tiroteio

No sábado, quando o regime líbio anunciou o cessar fogo, Nabbous estava no telefone com Martha Sullivan, uma amiga que mora em Praga e o ajudava com o canal. ‘Estávamos falando e ele ouviu uma explosão, pela primeira vez mísseis. E ele falou ‘eu realmente escutei isso? Eles já chegaram?’’. O jornalista soube que uma casa havia sido bombardeada e correu para o local para filmar o ataque. Soube-se depois que um avião havia sido derrubado.

Nabbous transmitiu mais uma vez para o canal. Na ligação, era possível ouvir o som de tiros e explosões. Ele chegou a dizer, na transmissão, que estava no meio do tiroteio. Pouco depois, foi atingido por um tiro na cabeça. A mulher de Nabbous, Perditta, grávida do primeiro filho do casal, anunciou a morte do marido no canal. ‘Gostaria que vocês soubessem que Mohammed morreu por esta causa. Obrigada a todos. Por favor, rezem por ele’. Perditta pediu ainda que as pessoas continuem a lutar. ‘Mantenham o canal funcionando. Mandem vídeos, publiquem vídeos. Não deixem que o que Mo começou termine por nada. Façam valer a pena’. Informações da ABC [21/3/11].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem