Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

CADERNO DO LEITOR > ARROZ DE FESTA

Governador do Illinois troca tribunal pelas câmeras

29/01/2009 na edição 522

Rod Blagojevich, governador do estado de Illinois que é processado por tentar vender a vaga do presidente Barack Obama no Senado, virou figurinha fácil na TV americana, esta semana. Em vez de comparecer às primeiras audiências no tribunal, que tiveram início na sexta-feira (23/1), ele optou por participar de diversos programas televisivos. Foi uma maratona: entrevista gravada no Today Show, da NBC; ao vivo no Good Morning America, da ABC, e no talk show The View, da mesma emissora; ao vivo na Fox News Channel; em participação gravada no Nightline, da ABC; ao vivo no Larry King Live, da CNN; e gravada no Early Show, da CBS. Entre uma participação e outra, uma cena insólita: o apresentador Geraldo Rivera, da Fox, chegou a seguir Blagojevich no estacionamento, pois ele havia cancelado a entrevista. O julgamento, por sua vez, seguiu sem a presença do governador; o Senado votará se ele deve sofrer impeachment por abuso de poder.


No The View, algumas mulheres do auditório bagunçaram o cabelo de Blagojevich e a apresentadora Joy Behar chegou a lhe pedir para imitar o ex-presidente Richard Nixon. Para completar, Joy solicitou que Blagojevich dissesse que não era um criminoso. O governador recusou-se a fazê-lo, mas deixou claro que não fez nada de errado. Ele não quis explicar, entretanto, as alegações de promotores sobre a existência de conversas grampeadas, quando foi questionado pela apresentadora Barbara Walters.


Já no Nightline, Blagojevich reconheceu que sua carreira política estaria no fim. ‘O momento não é nada promissor’, respondeu, quando a apresentadora Cynthia McFadden perguntou se ele achava que sua carreira havia acabado.


O mais impressionante foi ele ter revelado, no Good Morning America, que considerou nomear a apresentadora de TV Oprah Winfrey para a vaga de Obama no Senado. Posteriormente, Oprah disse que, se tivesse recebido o convite, teria recusado. ‘Me diverti muito com isso. Acho que também poderia ser senadora, mas não estou interessada’, afirmou. Informações de Deanna Bellandi e Sara Kugler [AP, 27/1/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem