Domingo, 16 de Junho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1041
Menu

ENTRE ASPAS >

Governo trava batalha contra a mídia

05/05/2009 na edição 536

O sucesso do Exército do Sri Lanka na luta contra rebeldes separatistas tâmeis tem sido acompanhado de uma ‘campanha brutal’ contra a mídia dissidente, afirmou a organização internacional Repórteres Sem Fronteiras em declaração no Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, celebrado em 3/5. Segundo a RSF, o Sri Lanka é o ‘país que menos respeita a liberdade de expressão’ dentre aqueles com governo eleito democraticamente. ‘A mídia foi forçada ao exílio ou à autocensura; por isso, não critica ou investiga mais estratégias militares’.

Forças do Sri Lanka vêm obtendo sucesso nos últimos meses e parecem estar próximas de derrotar o Exército de Libertação dos Tigres de Tâmil, grupo rebelde em campanha há 25 anos por um Estado independente para a minoria tâmil. Jornalistas são amplamente barrados na zona de conflito.

Ao mesmo tempo, o governo vem sendo criticado por uma série de ataques e detenções de jornalistas considerados críticos à ofensiva do país contra os rebeldes. O governo, por sua vez, nega qualquer repressão contra a mídia. A RSF acusa ainda os rebeldes tâmeis de censurar a mídia por meio de ameaças e propaganda. De acordo com a Anistia Internacional, pelo menos 14 jornalistas e profissionais de mídia foram mortos desde 2006. Outros foram presos, torturados ou desapareceram. Por conta de ameaças, 20 profissionais buscaram o exílio. Informações da AP [2/5/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem