Sábado, 07 de Dezembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1066
Menu

MONITOR DA IMPRENSA >

Hillary faz novo apelo por jornalistas americanas

10/07/2009 na edição 545

A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, afirmou nesta sexta-feira [10/9] que espera que a Coréia do Norte conceda anistia a duas jornalistas americanas presas no país. Euna Lee e Laura Ling, que trabalham para a emissora interativa Current TV, foram detidas na fronteira da Coréia do Norte com a China, em março, quando apuravam uma matéria sobre norte-coreanos que ultrapassam ilegalmente a fronteira para o país vizinho. Apesar dos apelos internacionais, as duas repórteres foram condenadas, no início de junho, a 12 anos de trabalhos forçados por entrar ilegalmente no país e cometer ‘atos hostis’. Estes atos não foram detalhados.


Esta semana, Hillary Clinton, que já havia feito apelos ao governo norte-coreano pela soltura de Euna e Laura, afirmou que elas e suas famílias já demonstraram remorso pelo ocorrido. ‘Eu acho que ficou claro que todos sentem muito pelo que aconteceu’, declarou a secretária durante um encontro com funcionários do Departamento de Estado. ‘O que esperamos agora é que estas duas jovens mulheres sejam perdoadas pelo regime norte-coreano e possam voltar para casa, para suas famílias, o mais rápido possível’, completou.


Em uma entrevista televisiva, também esta semana, a jornalista Lisa Ling disse ter recebido uma ligação da irmã, Laura. ‘Ela disse, ‘olhe, nós violamos a lei da Coréia do Norte e precisamos que o governo nos ajude. Sentimos muito por tudo o que aconteceu, mas agora precisamos de diplomacia’’, contou Lisa. Informações da AFP [10/7/09].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem