Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

MONITOR DA IMPRENSA > COBERTURA DO IRAQUE

Imagem de violência causa escândalo

23/11/2004 na edição 304

O silêncio do cinegrafista americano freelancer Kevin Sites, que gravou para a NBC News uma imagem do que parece ser um fuzileiro naval atirando num iraquiano ferido, está causando escândalo. Segundo Robert F. Worth [The New York Times, 18/11/04], Sites disse a um repórter na base militar perto de Faluja que ‘por mais sensível que o assunto seja, nós queremos ter certeza de que o mundo terá uma visão exata dos eventos’.

Os canais árabes por satélite já transmitiram repetidamente uma versão sem cortes do vídeo. Analistas americanos dizem que essa medida está permitindo uma grande propaganda para os movimentos antiamericanos, e analistas árabes comparam os fatos aos maus tratos na prisão de Abu Ghraib.

No vídeo, antes de atirar no corpo caído ao chão, o soldado parece gritar que o iraquiano está apenas fingindo estar morto. Sites é o único que pode esclarecer o que aconteceu, mas se recusa a fazê-lo. Desde a transmissão do vídeo, o cinegrafista recebeu mensagens raivosas e ameaças e teve que fechar seu sítio de internet.

Muitos outros repórteres acreditam que Sites mantém silêncio sobre o assunto por temer complicações legais. Agentes do Serviço de Investigação Criminal Naval estão conduzindo um inquérito, e o soldado que atirou no iraquiano foi afastado do campo de batalha.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem